Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Balanço da United Airlines mostra que vida das aéreas continua caótica

Setor está levando mais tempo do que analistas esperavam para se recuperar

Por Machado da Costa 14 out 2020, 17h33

Uma das maiores companhias aéreas dos Estados Unidos, a United Arlines — parceira da brasileira Azul — publicou seu balanço nesta quarta-feira, 14. O resultado foi assustador. Um rombo 10% maior do que o esperado e uma queima de caixa monumental. Segundo o balanço, a companhia obteve uma receita de 2,49 bilhões de dólares e um prejuízo de 1,8 bilhão de dólares no terceiro trimestre — considerado o melhor do ano nos Estados Unidos.

Por lá, o tombo reforça o argumento dos que pedem que o governo americano resgate as companhias aéreas, algo que está na mesa de negociação entre Donald Trump e o congresso. Por aqui, sugere que a retomada do setor será mais complicada do que o previsto. Com custos em dólar e voos escassos, a situação das aéreas brasileiras não é tão diferente assim das americanas.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade