Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

Até Larissa Manoela terá uma tele para chamar de sua

Dry Company estabelece parcerias para licenciar marcas e criar operadoras virtuais de telefonia; artista será a primeira do meio a fechar com a tele

Por Machado da Costa Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 7 dez 2020, 09h31

Mercado já bem difundido na Europa, as operadoras virtuais de telefonia móvel viraram febre no Brasil. Primeiramente, invadiu o mundo do futebol. Clubes que vão de São Paulo FC até Paysandu, passando por Vasco e Portuguesa, já possuem uma operadora própria. Agora, está indo para outros segmentos. E artistas, como a atriz e cantora Larissa Manoela, vão começar a realizar o “sonho da tele própria”.

Há pouco mais de um ano no mercado de telefonia móvel no Brasil, a Dry Company é a parceira tecnológica dessa empreitada. Maior empresa de licenciamento de marcas do Brasil para MVNOs (Mobile Virtual Network Operator ou Operador Móvel Virtual, em português), customiza a venda de serviços de telefonia móvel (leia-se chips), oferecendo pacotes pré-pagos com qualidade e benefícios que caibam no bolso dos consumidores. Tudo isso com a garantia de que os royalties voltam para os parceiros comerciais.

A empresa nasceu em setembro do ano passado. Já foram vendidos 800 mil vendidos e a expectativa é comercializar 1.500.000 até o final do ano. Na área social, foram distribuídos mais de meio milhão de chips, em parceria com o Projeto Mães da Favela, da Cufa. Hoje são 47 MVNOs, entre lançados e em lançamento. A expectativa até o final de 2021 é totalizar 100 MVNOs, incluindo projetos na Argentina, Uruguai e México.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.