Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Victor Irajá
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

As consequências do rebaixamento da nota de crédito dos EUA para a bolsa

VEJA Mercado: agência de classificação de risco Fitch rebaixou nota americana de AAA para AA+

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
2 ago 2023, 11h19

A agência de classificação de risco Fitch rebaixou a nota de crédito dos Estados Unidos de AAA para AA+. Na prática, a maior economia do mundo manteve seu grau de investimento, mas com um viés negativo para as agências. A revisão acontece depois de uma série de aumentos nas taxas de juros americanas e também do nível de endividamento do país. Em junho, foi aprovado pelo Congresso local uma elevação no teto da dívida dos EUA. Alguns economistas avaliam que o rebaixamento já era esperado e que, de certa forma, foi tardio porque os fatores já assombravam o país há alguns meses.

O impacto de curto prazo deve ser negativo para os mercados de renda variável, mas a perspectiva é neutra para os próximos meses. “As incertezas devem aumentar nos próximos dois ou três dias, mas o mercado deve tomar rumos próprios depois disso. Historicamente, os efeitos são reduzidos ao longo das semanas uma vez que a conjuntura americana ainda é bastante razoável e o país manteve seu grau de investimento”, avalia Nicolas Borsoi, economista-chefe da Nova Futura Investimentos, em entrevista ao VEJA Mercado. O dólar comercial fechou em alta de 1,3% na última quinta-feira, 1°. Por volta das 11h desta quarta-feira, 2, a moeda subia 0,5%, cotada a 4,81 reais.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.