Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Radar Econômico Por Victor Irajá Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich

Árbitro da briga de irmãos Batista com indonésios teve que depor à polícia

J&F segue tentando anular processo que deu ganho a Paper Excellence

Por Josette Goulart 15 nov 2021, 16h21

O advogado Anderson Schreiber, que atuou como árbitro na disputa entre a J&F Investimentos e os indonésios da Paper Excellence pela Eldorado Celulose, teve que depor na Polícia Civil do Rio de Janeiro. A polícia está investigando o caso depois que a J&F acusou Schreiber de ter sido parcial na arbitragem por supostamente ter relação com o escritório que defendia os indonésios e também por supostamente advogar para uma associação de minoritários que processa a JBS, que pertence à J&F.

Schreiber reiterou no depoimento que não tinha relação com o escritório que defendeu a Paper, e que apenas seu escritório sublocou o espaço, tendo a sublocação terminado anos antes do início do processo arbitral. No caso da Aidmin, a associação que litiga com a JBS, Schreiber diz que atuou como advogado dando um visto para mudança de estatuto da associação, em 2015, sem ter advogado em outras causas.

A J&F, da família de Joesley Batista, perdeu o processo arbitral por uma decisão unânime dos três árbitros do caso, que entenderam que a Paper Excellence tinha direito a ficar com a empresa como acordado no processo de venda. A decisão foi tomada em fevereiro e de lá para cá a J&F tenta anular o processo. O caso corre na Justiça de São Paulo.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)