Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

A influência de ministro de Bolsonaro no setor de petróleo e gás

Bento Albuquerque ligou para seus indicados na ANP para influenciar na decisão sobre gasoduto

Por Victor Irajá Atualizado em 4 jun 2024, 10h46 - Publicado em 2 jun 2023, 10h42

Ainda é forte a influência de Bento Albuquerque nas decisões do setor de energia. Após uma reunião na Agência Nacional do Petróleo (ANP) sobre o gasoduto Subida da Serra, da Comgás, o ex-ministro de Minas e Energia de Jair Bolsonaro telefonou para os três diretores da agência que foram indicados por ele — Rodolfo Saboia, Symone Christine e Daniel Maia.

Bento cobrou de seus indicados que a agência decida que o gasoduto seja considerado como de distribuição de gás — como quer a Comgás, empresa do grupo Cosan, de Rubens Ometto —, e não de transporte. Isso significa manter a operação do gasoduto. Durante o encontro, o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, já havia criticado a ascendência de Ometto na agência.

Depois da publicação da nota, a Petrobras e a ANP entraram em contato com o Radar Econômico e enviaram os seguintes posicionamentos, reproduzidos na íntegra a seguir. A coluna mantém as informações publicadas: “Sobre a publicação ‘A influência de ministro de Bolsonaro no setor de petróleo e gás’, a Petrobras informa que não procede a informação de que durante encontro na Agência Nacional do Petróleo (ANP), o presidente da Petrobras havia criticado a ascendência de Rubens Ometto na Agência. Jean Paul Prates não comentou algo sobre isso na reunião da ANP”.

“A atuação da ANP segue as diretrizes traçadas pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), presidido pelo Ministro de Estado de Minas e Energia e órgão de assessoramento do Presidente da República para formulação de políticas e diretrizes de energia.Todas as decisões da Agência são tomadas de forma transparente, com base em critérios técnicos, em reuniões públicas, com transmissão ao vivo e as discussões e as decisões sobre os temas em pauta podem ser acompanhadas em tempo real.

Continua após a publicidade

A ANP nega categoricamente que os diretores nomeados ou quaisquer outros diretores tenham recebido as ligações que a nota afirma. O processo sobre o gasoduto Subida da Serra está em discussão na Agência. A decisão a respeito da classificação do gasoduto será tomada, de forma transparente, em conjunto, pelos cinco integrantes da Diretoria Colegiada, em reunião desse colegiado, a partir das análises feitas pelos técnicos da ANP sobre o assunto”.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.