Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Econômico

Por Pedro Gil (interino)
Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes e Felipe Erlich
Continua após publicidade

A estratégia da Petrobras que cai em desgosto na bolsa de valores

VEJA Mercado: ações da estatal caem 3% nesta tarde

Por Diego Gimenes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 4 jun 2024, 10h05 - Publicado em 27 jul 2023, 12h37

A Petrobras divulgou seus números de produção e vendas no segundo trimestre de 2023, considerados uma prévia dos resultados consolidados da companhia. Um dado em específico chama a atenção do mercado e se transforma em um ponto de preocupação para os investidores. As vendas de gasolina registraram um crescimento de 15% em relação ao mesmo período de 2022. Ao todo, no primeiro semestre, o volume de comercialização do combustível atingiu o seu maior patamar em seis anos. A Petrobras vendeu 424 mil barris de gasolina por dia, em média. Nesta terça-feira, 27, a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) calcula que os preços da gasolina estão 23% defasados em relação à paridade internacional — o equivalente a 73 centavos por litro.

A equação é simples. Preços mais baixos que os de mercado podem elevar as vendas, mas vão aumentar o número de importações a preços mais altos. Em outras palavras, cada litro comprado hoje no exterior daria um prejuízo de 73 centavos à Petrobras. O movimento pode consumir o caixa da estatal. A empresa importou uma média de 52 mil barris de gasolina por dia no segundo trimestre de 2023. Foram cerca de 7 mil no mesmo período de 2022. No segundo trimestre de 2019, antes da pandemia, a média foi de 36 mil. Pedro Galdi, analista da Mirae Asset, fala ao VEJA Mercado sobre os riscos dessa política. Por volta das 12h30, as ações da Petrobras recuavam 3%.

Siga o Radar Econômico no Twitter

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.