Clique e assine a partir de 9,90/mês

Carne fraca: Exportações já registram forte queda após operação

Vendas externas do setor somaram apenas 74 mil dólares nesta terça-feira. Até sexta-feira, média diária de março era de 63 milhões de dólares

Por Da redação - Atualizado em 22 Mar 2017, 14h06 - Publicado em 22 Mar 2017, 14h02

A Operação Carne Fraca já afetou as exportações de carne. Números do Ministério do Desenvolvimento mostram que as vendas externas do setor somaram apenas 74 mil dólares nesta terça-feira.

Até sexta-feira, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, a média diária de exportações de carne em março era de 63 milhões.

Com a queda abrupta, segundo o ministério, a média diária de março já passou para 60 milhões de dólares. O Brasil exportou o equivalente a 14 bilhões de dólares em carnes em 2016.

Os maiores importadores de carne do Brasil, como Hong Kong, China e Japão, anunciaram restrições à entrada de nossos produtos.

Continua após a publicidade

Hoje, a África do Sul engrossou a lista de países que estão barrando a compra de carne brasileira. Também fazem parte da lista o Chile, União Europeia, Suíça, México e Jamaica. A Coreia do Sul havia suspendido a compra de frangos da BRF, mas voltou atrás.

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse na segunda-feira (20) que será ‘um desastre’ se os países importadores restringirem a entrada da carne brasileira. “Eu torço, rezo, penso, trabalho para isso não acontecer”, afirmou.

Segundo ele, o governo brasileiro precisa se apressar para dar explicações aos países que importam carne do Brasil. A preocupação é com o bloqueio desses mercados ao produto brasileiro.

“Temos que correr para atuar no mercado externo. Não podemos permitir o fechamento [do mercado]. Uma vez que aconteça o fechamento, serão muitos anos de trabalho para reabrir novamente. Nossa preocupação é não deixar sem resposta nenhum pedido de informação desses países”, afirmou ele.

Continua após a publicidade

Para que os embargos fiquem restritos às 21 empresas investigadas, o Brasil barrou a exportação dessas companhias.  Das 21 empresas, apenas quatro exportam para a União Europeia. Dos 58 exportadores para a China, apenas um é investigado.

Confira abaixo, os maiores importadores da carne produzida no país:

Publicidade