Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Reativação de fábricas de fertilizantes deve gerar faturamento bilionário

Petroquímica investiu 177 milhões de reais no arrendamento das unidades da Bahia e de Sergipe

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 4 ago 2020, 14h56 - Publicado em 4 ago 2020, 17h32

A Petrobras transmitiu hoje a posse das unidades da Bahia e de Sergipe da Fafen – Fábricas de Fertilizantes Nitrogenados – para a multinacional Unigel. A expectativa de faturamento com a reativação das fábricas é de 2 bilhões de reais por ano.

A petroquímica Unigel investiu 177 milhões de reais no arrendamento das duas unidades da Fafen pelo período de 10 anos, podendo ser prorrogado por mais 10. A reativação das duas unidades está prevista para ocorrer a partir do dia 1º de janeiro de 2021, e deve gerar 1500 empregos diretos e indiretos nos dois estados.

A Fafen da Bahia está localizada no Polo Petroquímico de Camaçari e pode produzir até 1.300 toneladas de ureia por dia. Já a Fafen de Sergipe está localizada em Laranjeiras e tem a capacidade de produção de até 1.800 toneladas de ureia por dia. Além disso, as duas unidades são produtoras de amônia.

“Atualmente, no Brasil, não há produção de ureia nacional e é necessário importar cinco milhões e meio de toneladas deste produto. Portanto, a reativação das fábricas ajudará o país a economizar divisas, além de beneficiar a sociedade com a geração de empregos”, explica o CEO da multinacional, Roberto Noronha Santos.

Continua após a publicidade
Publicidade