Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O estrago da pandemia no movimento dos shoppings paulistas em março

Comércio paulista registrou baixa recorde na movimentação, com queda de 72,38% nos estacionamentos de shoppings e de 18,57% nos centros comerciais

Por Robson Bonin Atualizado em 13 abr 2021, 08h37 - Publicado em 13 abr 2021, 08h29

Com a adoção de regras mais rígidas na circulação por causa do avanço da pandemia, as estradas e rodovias de São Paulo tiveram queda de 10,88% na movimentação de carros durante o mês de março, no comparativo com o mês anterior. Já o fluxo de veículos pesados cresceu 12% no mesmo período. Os dados são do balanço feito pelo Sem Parar. Os números representam as passagens em vias de pagamento automático das praças de pedágio.

No caso dos shoppings, ainda de acordo com dados do Sem Parar, o comércio paulista registrou baixa recorde na movimentação, com queda de 72,38% nos estacionamentos de shoppings e de 18,57% nos estacionamentos de centros comerciais do estado.

Atualmente o Sem Parar conta com mais de 5,7 milhões de clientes ativos em sua base e está presente em toda a malha pedagiada do Brasil.

Publicidade