Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Natura&Co assina manifesto contra retomada de testes cosméticos em animais

Grupo se uniu à iniciativa da ong Cruelty Free International

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 3 dez 2020, 13h50 - Publicado em 3 dez 2020, 13h32

A Natura&Co, que inclui as marcas Avon, Natura, The Body Shop e Aesop, assinou uma carta-aberta juntamente com outras 460 empresas do setor pedindo para que autoridades da União Europeia defendam a proibição de testes de cosméticos em animais na região.

“Acreditamos no poder da voz coletiva, e é por isso que estamos nos unindo à Cruelty Free International, a comunidade de bem-estar dos animais e aos nossos colegas da indústria de cosméticos para apoiar este importante manifesto”, explica Roberto Marques, CEO da Natura&Co.

Marques lembra que há anos as empresas do grupo não realizam testes em animais para o desenvolvimento de ingredientes e produtos cosméticos, tanto no Brasil como no exterior. A Avon e a The Body Shop têm laboratórios no Reino Unido. “Temos feito isso garantindo os mais altos padrões de segurança e eficácia”, argumenta.

As decisões regulatórias que permitem o uso de animais em testes de cosméticos foram tomadas pela Agência Europeia de Substâncias Químicas (ECHA) em agosto deste ano.

Continua após a publicidade
Publicidade