Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Mulheres negras empreendem por necessidade, diz pesquisa

Segundo levantamento do ID_BR, abrir o próprio negócio não é escolha ou ação gerada por oportunidades para essas mulheres

Por Mariana Muniz - Atualizado em 27 jul 2020, 22h41 - Publicado em 28 jul 2020, 14h36

Empreender tornou-se a maneira que mulheres negras brasileiras encontraram para estar no mercado de trabalho. É o que mostra a pesquisa “Mulheres Negras – Saúde financeira e expectativa diante da Covid-19”, realizada pelo Instituto Identidades do Brasil (ID_BR), organização que tem o objetivo de acelerar a igualdade racial no Brasil.

Entre as mulheres negras, que representam 28% da população brasileira, 60% são empreendedoras por necessidade e desse número, 15% empreenderam depois da pandemia da Covid-19, pois perderam seus empregos ou tiveram sua fonte de renda reduzida.

Quando perguntadas sobre os motivos que as levaram a empreender, apenas 20% das mulheres entrevistadas revelaram estar no mundo do empreendedorismo por vocação, e 18% por oportunidade.

O mapeamento mostra ainda que com o prolongamento do isolamento social, a maior parte das empreendedoras negras entrevistadas disse que o apoio psicológico foi sua principal necessidade durante a pandemia.

Continua após a publicidade
Publicidade