Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Conteúdo para assinantes

Levy caiu em desgraça ao frear trator de Bolsonaro no BNDES

O dilema de Levy passa pela desidratação do banco que comanda

Por Robson Bonin - Atualizado em 15 Jun 2019, 22h54 - Publicado em 15 Jun 2019, 22h47

Não é o petismo do indicado de Mercado de Capitais nem a falta de simpatia de Jair Bolsonaro que poderá derrubar Joaquim Levy do BNDES. Quem conhece o entrevero diz que o cadafalso de Levy começou a se formar a partir da postura dele de tentar evitar a desidratação do banco pelo governo. Não é segredo que a equipe de Paulo Guedes quer que o BNDES se desfaça de participações em empresas e devolva dinheiro ao Tesouro, nada que comova Levy. Em tempo, auxiliares diretos do presidente apostam na demissão dele ainda no fim de semana. A conferir.

Publicidade