Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Imposto sobre Netflix e Spotify deve manter e-books isentos

A discussão está no STF e deve volta à pauta neste ano

O item que trata do streaming na nova lei do ISS (imposto sobre serviço), sancionada nos últimos dias de 2016, pode ser interpretado como um bom sinal aos leitores de livros digitais. Assim com as publicações de papel, os e-books podem acabar recebendo imunidade fiscal.

“Inserir os livros eletrônicos no contexto do streaming parece um indicativo que o legislador entende que, de fato, a imunidade também poderia ser abrangida a tais situações”, diz o tributarista Raphael Lavez, sócio do escritório Rivitti e Dias.

A discussão a respeito da tributação de e-books está nas mãos do STF e deve voltar à pauta em 2017.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s