Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Calmaria volta ao BB, seis meses depois da interferência de Bolsonaro

Mais presente em Brasília, Fausto Ribeiro se aproximou do Planalto, acalmou o centrão e ampliou ações do banco

Por Robson Bonin Atualizado em 22 out 2021, 11h12 - Publicado em 23 out 2021, 16h10

Há seis meses no comando do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro se aproximou de Bolsonaro, acalmou o centrão e ampliou a tal ponto as ações no agronegócio que o crédito subsidiado já está no fim.

Dados do banco mostram que o desembolso do crédito agrícola entre abril, quando Ribeiro assumiu o banco, e setembro chegou a 83,6 bilhões de reais, um avanço de 52%, se comparado ao registrado em 2020: 55,1 bilhões de reais.

Publicidade