Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Brasil ganha mapa das startups de regulação

Estudo da KPMG identificou 309 empresas conhecidos como regtechs.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 1 dez 2020, 11h21 - Publicado em 1 dez 2020, 15h32

O Brasil conta com 309 empresas voltadas à tecnologia de regulação, as regtechs, é o que aponta um levantamento da KPMG. O mapa mostra que a maioria delas (68%) é multissetorial, tendo atuação em gestão financeira e contabilidade 20% deste total, jurídico (7,4%) e aspectos trabalhistas (5,8%).

A pesquisa apontou ainda que 13,9 % das startups que trazem inteligência regulatória são focadas no setor de energia, óleo e gás; 8,1% são da área da saúde; 5,8% do setor financeiro e apenas 4,2% possuem foco no setor de telecomunicação e mídias.

Segundo o estudo, a maioria das regtechs é composta por até três sócios, com idade entre 35 e 45 anos. Em relação ao gênero, há uma grande disparidade, já que 84,4% são homens, enquanto 15,6% são mulheres. A maioria delas (92,2%) atende outras empresas, enquanto que apenas 5,2% tem como cliente final uma pessoa física.

Dentre as empresas destacadas no relatório figuram Jazida, Mvisia, Semantix, ClearSale, Neoway, ContaAzul, Acesso Digital, Contabilizei, Omie, CertiSign e Qualirede.

Continua após a publicidade
Publicidade