Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Tribunal anula parte do plano de recuperação judicial da Odebrecht

Credores dizem que empresa terá que apresentar novo plano

Por Josette Goulart 22 set 2021, 13h29

O Tribunal de Justiça de São Paulo anulou nesta quarta-feira, 22, uma das cláusulas do plano de recuperação judicial da Odebrecht, que tratava do pagamento dos credores da holding a partir da geração de caixa das subsidiárias da empresa. Do que subisse à holding, 80% ficaria com os credores e 20% com os acionistas. Os credores só seriam pagos quando o dinheiro das subsidiárias chegasse à holding. Na Justiça, os credores argumentaram que, sem travas, isso daria poderes à Odebrecht para manter o dinheiro nas subsidiária, seja aumentando despesas, distribuindo bônus ou mesmo fazendo dívidas. O Tribunal concordou com o argumento. Alguns advogados dos credores entendem que isso poderia ensejar a Odebrecht a ter que apresentar um novo plano de recuperação judicial, para que fosse novamente aprovado já que altera uma das principais cláusulas. Fontes ligadas à Odebrecht minimizam a decisão e dizem que é uma cláusula fácil de ser ajustada. De qualquer forma, a decisão ainda não foi publicada e cabe recurso.

Publicidade