Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Tesouro já paga juros acima de 8% ao ano para se financiar

Mercado tem relutado a aceitar as baixas taxas da Selic e cobrado mais de 4 vezes sobre o estipulado pelo BC

Por Machado da Costa - Atualizado em 24 set 2020, 18h10 - Publicado em 24 set 2020, 19h00

Apesar de a Selic estar na mínima histórica, o Tesouro Nacional não paga exatamente os 2% ao ano definido pelo Banco Central como taxa básica de juros. Este mercado é altamente dinâmico e com preço definido pelos bancos, principalmente para contratos mais longos. Pois bem. Está cada vez mais difícil para o governo se financiar a juros baixos e alguns contratos negociados ultrapassam 8% ao ano, beirando 9% em alguns casos.

Segundo dados levantados pelo professor Rafael Paschoarelli, da Fundação Getulio Vargas, dois contratos fechados ontem, um com o banco Daycoval (com vencimento em 2025) e outro com o Bradesco (com vencimento em 2029) passaram de 8%. O primeiro com taxa de 8,15% ao ano e o segundo com taxa de 8,88% ao ano.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade