Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Setor de saúde fecha 2020 com mais de 110 mil empregos criados

Além de estar na linha de frente de combate à pandemia, setor contribuiu também para a economia do país no ano passado

Por Machado da Costa 2 fev 2021, 15h45

Se teve um setor em 2020 que teve alta demanda, este foi o de saúde. Não à toa, terminou o ano com um saldo de empregos pra lá de superavitário. Entre demissões e admissões, a Confederação Nacional da Saúde afirma que foram criados 110.799 postos de trabalho na área. É a prova de que, além de estar na linha de frente de combate à pandemia, o setor contribuiu também para a economia do país no ano passado. “O saldo de empregos gerados na saúde, mostra a relevância do segmento para o país. Desde o início da pandemia da Convid19, o setor privado de saúde vem desempenhando um papel crucial na sociedade, garantindo atendimento de qualidade aos pacientes, mesmo diante de um cenário desfavorável, com excessos regulatórios e aumento drástico dos custos dos insumos hospitalares”, afirma o Presidente da CNSaúde, Breno Monteiro.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade