Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Setor de saúde bate recorde de contratação com segunda onda da pandemia

Em março, setor contratou mais de 39 mil profissionais

Por Josette Goulart 6 Maio 2021, 15h44

No auge do agravamento da pandemia com a segunda onda da Covid-19, o setor de saúde bateu recorde de contratação e gerou 39 mil novos postos de trabalho, em março, segundo levantamento feito pela Confederação Nacional de Saúde (CNSaúde) feito a partir dos dados do Caged. Mais de 15 mil dos contratados são técnicos ou auxiliares de enfermagem. Com esses números, o mês de março registrou o maior saldo mensal de contratações desde o começo da pandemia, batendo os meses de janeiro e fevereiro deste ano, que já registravam recordes no nível de contratação de profissionais da área. Desde maio do ano passado que o saldo de profissionais contratados fica positivo. De lá para cá foram 170,7 mil profissionais contratados, atingindo a marca de 2,55 milhões de empregos formais.

O presidente da CNSaúde, Breno Monteiro, destaca o trabalho que está sendo realizado pelo setor no enfrentamento à pandemia, mas diz que um conjunto de medidas nas áreas tributária,  trabalhista e regulatória, que estão sendo discutidas no Congresso Nacional, podem colocar em risco a sobrevivência da maioria dos hospitais,  que são pequenos e médios e não tem condições de suportar novos aumentos de custos.

Publicidade