Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Secretária de combate à Covid-19 pede demissão após uma semana no cargo

Nomeada na semana passada, Luana Araújo não aceitou pressões vindas do Palácio do Planalto

Por Victor Irajá Atualizado em 21 Maio 2021, 21h36 - Publicado em 21 Maio 2021, 21h02

A recém-nomeada secretária de enfrentamento à Covid-19, Luana Araújo, de órgão ligado ao Ministério da Saúde, entregou o cargo ao ministro Marcelo Queiroga. Empossada na quarta-feira, 12, ela ficou pouco mais de uma semana no posto. Segundo assessores próximos, Luana não aceitou “entubar” determinações vindas do Palácio do Planalto.

Médica e infectologista, estava animada com as possibilidades de desenvolver um direcionamento de políticas no combate à pandemia pautadas pela ciência. Não durou uma semana. Ela é formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-graduada em epidemiologia na Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, referência nos estudos sobre a doença.

Publicidade