Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Saída de Costa da equipe econômica foi definida após ‘cartão vermelho’

Notícia foi dada em primeira mão pelo Radar Econômico

Por Machado da Costa - 7 out 2020, 17h44

Nesta quarta-feira, 7, ficou definido que o secretário de Produtividade e Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, deixará a pasta e será indicado para presidir o BID Invest, braço de investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Contudo, a sua saída já estava definida desde 16 de setembro, dia em que o presidente Jair Bolsonaro deu um “cartão vermelho” direcionado a outro secretário da pasta, Waldery Rodrigues. A exigência de Costa para deixar o Ministério foi noticiada em primeira mão por este Radar Econômico. Esta foi a nona baixa do time do ministro Paulo Guedes.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade