Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Mercedes-Benz interrompe produção no Brasil por agravamento da pandemia

Trabalhos serão suspensos até 4 de abril e, após esta data, haverá escalonamento de férias coletivas entre os funcionários

Por Diego Gimenes Atualizado em 23 mar 2021, 19h45 - Publicado em 23 mar 2021, 19h39

A Mercedes-Benz anunciou na noite desta terça-feira, 23, que vai suspender a produção de veículos no Brasil. As atividades serão paralisadas nas plantas de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG) no próximo dia 26, e as fábricas permanecerão fechadas até a Páscoa. A partir do dia 5 de abril, a Mercedes vai implementar um regime de férias coletivas para grupos alternados de funcionários, com o objetivo de diminuir a circulação de pessoas nos pátios. A suspensão vale apenas os veículos pesados, como ônibus e caminhões, uma vez que a companhia encerrou a fabricação de carros no país em dezembro de 2020.

A decisão da marca alemã ocorre pela disparada avassaladora no número de casos e mortes por Covid-19 no Brasil. Pela primeira vez, foram registradas mais de 3 mil mortes pela doença em um único dia. Foram 3.251 óbitos em 24 horas, segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Volkswagen e General Motors (GM) também programaram suspensões temporárias dos trabalhos no país. A alemã vai interromper a produção amanhã, 24,  já a norte-americana, a partir de abril.

  • +Siga o Radar Econômico no Twitter

    Publicidade