Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Diretoria do BNB aprova edital para tirar microcrédito de ONG

Bolsonaro pediu providências para limar a ONG administrada por petistas que distribuía crédito pelo Nordeste

Por Josette Goulart 11 out 2021, 16h09

A nova diretoria do Banco do Nordeste aprovou por unanimidade o lançamento de um edital para credenciamento dos interessados em operar o maior programa de microcrédito da América Latina, o Crediamigo. Até então, o programa era administrado pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec), que foi limado do banco junto com o ex-presidente Romildo Rolim depois que o presidente Jair Bolsonaro descobriu que a ONG era administrada por petistas. O BNB tem o governo federal como principal acionista e a diretoria era indicada pelo PL, de Valdemar da Costa Neto. Bolsonaro cobrou providências já que entendeu que toda a rede acabava funcionando como cabo eleitoral de Lula. Como adiantou o Radar Econômico, o Inec foi avisado na semana passada sobre o fim da parceria que começou em 2003. A ONG possui 470 unidades de atendimentos em 2 mil municípios, de 11 estados, e se relaciona com mais de 3 milhões de clientes em uma carteira de 15 bilhões de reais e recebia cerca de 600 milhões de reais por ano para fazer a operação.

+BNB vai encerrar contrato com ONG para neutralizar cabo eleitoral de Lula

 

Publicidade