Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças

Cúmplices por ajudarem na fuga de Carlos Ghosn são condenados na Turquia

Três colaboradores de uma empresa de aviação executiva foram condenados a quatro anos de prisão

Por Machado da Costa 24 fev 2021, 11h48

Três cúmplices de Carlos Ghosn, o brasileiro que comandou o conglomerado automotivo Renaul-Nissan-Mitsubishi, foram condenados nesta quarta-feira, 24, na Turquia. Eles pegaram quatro anos e dois meses de prisão por terem ajudado, no fim de 2019, Ghosn a escapar do Japão com destino ao Líbano, onde está até hoje. Os cúmplices são o dono de uma empresa de aviação executivo e dois pilotos, funcionários dessa empresa.

+Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade