Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

BofA prevê recuperação em ‘V’ no Brasil e queda do PIB de 4% em 2020

Economistas do banco americano, contudo, estão preocupados com a situação fiscal do país

Por Machado da Costa Atualizado em 3 mar 2021, 15h19 - Publicado em 8 out 2020, 11h21

Em relatório publicado nesta quinta-feira, 8, pelo gigante financeiro americano Bank of America, a queda da atividade econômica no Brasil será menor do que o imaginado anteriormente. Os analistas do banco afirmam que o país se recupera em V, com retomada da economia já no terceiro trimestre deste ano. Antes, os economistas do BofA avaliavam uma queda de 4,9% do PIB do país em 2020. Agora, preveem um tombo menor, de 4%.

A parte ruim da análise é sobre o fiscal. “A incerteza quanto à tendência de crescimento no quarto trimestre permanece, uma vez que a redução do estímulo fiscal e o aumento do desemprego sugerem uma desaceleração na força da recuperação no final do ano”, afirmam os economistas. “Os motivadores da provável surpresa de alta no crescimento do PIB do Brasil neste ano são os estímulos fiscais e monetários. As transferências de renda do governo serão reduzidas pela metade em outubro e o desemprego atingiu um recorde de 13,8% em julho. A pressão por maiores gastos fiscais em 2021 continua forte. Isso poderia sustentar a recuperação econômica no próximo ano, mas ao custo de riscos fiscais mais elevados, que ameaçam o desancoramento das expectativas de inflação e geram taxas de juros mais altas, em nossa opinião”, concluem.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade