Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Econômico Por Machado da Costa Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças.

Boeing 737-MAX recebe autorização nos EUA para voltar a voar

A liberação é boa notícia para a Gol, que possui mais de uma dúzia de aeronaves deste modelo para receber

Por Machado da Costa 18 nov 2020, 08h56

Depois de quase dois anos dos dois acidentes fatais que deixaram 346 mortos na Etiópia e na Indonésia, o modelo 737-MAX 8, fabricado pela Boeing, voltará a voar. Nesta terça-feira, 17, a FAA (a Anac americana) aprovou o retorno. A FAA ainda vai detalhar as mudanças no software da aeronave e os treinamento necessários que a Boeing deverá fornecer aos seus pilotos para retomar os voos comerciais.

No Brasil, isso é boa notícia para a Gol. Atualmente, a companhia possui sete aeronaves 737 MAX-8 paradas e receberá mais 16 do mesmo modelo e que já se encontram montadas no pátio da Boeing, em Seattle.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Publicidade