Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Econômico Por Josette Goulart Análises e bastidores exclusivos sobre o mundo dos negócios e das finanças. Com Diego Gimenes.

Arthur Lira escancara disputa com o Senado

Presidente da Câmara cobrou andamento da reforma do imposto de renda que poderia financiar o novo Bolsa Família

Por Josette Goulart Atualizado em 20 out 2021, 09h26 - Publicado em 20 out 2021, 10h00

Com um poder sem igual para aprovar o que quer na Câmara dos Deputados, o presidente da casa, Arthur Lira, escancarou ontem que seu poder está limitado ao Senado. Ontem ele tentou fazer pressão na casa comandada por Rodrigo Pacheco e disse a jornalistas que o fato de o Senado não votar reformas estruturantes, como a do imposto de renda, deixa o governo sem alternativas de fontes de financiamento. O governo quer um Bolsa Família de 400 reais e como não tem Orçamento para este gasto, que poderia vir da reforma, está estudando jogar parte para fora do teto de gastos.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, já disse há duas semanas que o governo não deveria contar com o orçamento de uma reforma que ainda não foi aprovada na casa e deveria encontrar alternativas. O relator da reforma do Imposto de Renda, Angelo Coronel, tem questionado diversos dispositivos da reforma aprovada na Câmara. Pacheco deve ser candidato a presidente da República pelo PSD, então o que se conversa em Brasília é que ele vai dificultar aprovação de qualquer coisa que ajude eleitoralmente Bolsonaro.

Publicidade