Mais Lidas

  1. Messi desiste da seleção após novo fracasso da Argentina: 'Acabou para mim'

    Esporte

    Messi desiste da seleção após novo fracasso da Argentina: 'Acabou...

  2. Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

    Mundo

    Entenda a diferença entre Inglaterra, Grã-Bretanha e Reino Unido

  3. Em noite de juiz 'pavão' e pênalti de Messi a la Baggio, Chile é campeão da Copa América Centenário

    Esporte

    Em noite de juiz 'pavão' e pênalti de Messi a la Baggio, Chile é...

  4. Após foto em velório, Ana Paula Valadão diz que vai deixar redes sociais

    Entretenimento

    Após foto em velório, Ana Paula Valadão diz que vai deixar redes...

  5. Polícia municipal de SP mata criança de 11 anos durante perseguição

    Brasil

    Polícia municipal de SP mata criança de 11 anos durante perseguição

  6. Bom para ambas as partes?

    Brasil

    Bom para ambas as partes?

  7. 'Que país é esse?' Moro é aplaudido durante show em Curitiba

    Brasil

    'Que país é esse?' Moro é aplaudido durante show em Curitiba

  8. Attuch, o porta-voz da quadrilha

    Brasil

    Attuch, o porta-voz da quadrilha

Preço do tomate cede no varejo - mas sobe mais de 300% no atacado

Segundo o IGP-M, apenas entre janeiro e abril de 2013, o valor médio do item acumulou elevação também expressiva, de 127,81%

- Atualizado em

Tomates
Tomate: no atacado, preço continua subindo(Thinkstock/VEJA)

O preço médio do tomate no atacado acumulou alta de 333,09% no acumulado dos últimos 12 meses até abril, no âmbito do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV). Entre janeiro e abril de 2013, o valor médio do item acumulou elevação também expressiva, de 127,81%.

Quem imaginava que os recentes protestos e piadas que chegaram à internet sobre o preço do tomate provocaria alguma mudança de comportamento do valor do produto certamente se surpreendeu com mais uma nova alta mensal no item. Em abril, também no âmbito do IGP-M, houve avanço de 18,72% no atacado ante variação positiva de 4,35% verificada em março.

Ao detalhar o IGP-M de abril, o economista da FGV André Braz citou alguns dos motivos para a resistência do tomate em níveis fortemente elevados. De acordo com Braz, um dos fatores é que o inverno rigoroso de 2012 prejudicou o amadurecimento do fruto nas lavouras, puxando o preço para cima, numa época na qual se aguardava um comportamento diferente. "Parecia que o tomate estava numa geladeira, o que retardou o amadurecimento do fruto", disse.

Leia também:

Piadas sobre tomate contagiam empresas nas redes sociais

No rali da inflação, leite poderá ser o novo tomate

Outros motivos listados foram a redução da área plantada e o aumento de custo com mão de obra e combustível para o frete. Para completar, houve uma demanda mais intensa em relação ao tomate. No varejo, pela pesquisa do IGP-M, o cenário também não foi dos mais animadores. Entre março e abril, a alta do item passou de 10,36% para 11,69%. No acumulado de 2013, o preço do tomate subiu 85,15% e, em 12 meses, 176,35%.

Preço cai no varejo - O resultado do IGP-M coloca novamente em atenção a inflação do tomate no varejo para os próximos meses, apesar da recente queda dos preços nos supermercados. Em grandes redes, como o Pão de Açúcar, os preços caíram em cerca de 50%. Se, em março, o quilo estava acima de 10 reais, agora está em cerca de 5 reais. Na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), houve queda de 75% no preço do fruto - de 10 reais o quilo para 2,50 reais.

(Com Estadão Conteúdo)

Tomate é prato cheio para as redes sociais

TAGs:
IGP-M
Inflação
Alimentação