Mais Lidas

  1. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  2. Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

    Brasil

    Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

  3. Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

    Brasil

    Senadora governista tenta paralisar comissão do impeachment

  4. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  5. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  6. Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

    Brasil

    Janaína Paschoal: 'Foram anos de falsidade ideológica na nossa cara'

  7. Saiba por que seu cachorro não gosta de abraços

    Ciência

    Saiba por que seu cachorro não gosta de abraços

  8. No Senado, Cardozo insiste em 'golpe' e diz que pedirá suspeição do relator

    Brasil

    No Senado, Cardozo insiste em 'golpe' e diz que pedirá suspeição do...

Inadimplência sobe pelo quinto mês consecutivo

O índice medido pela Serasa Experian teve avanço de 1,6% no mês passado em relação a agosto – na maior alta mensal para setembro desde 2000

- Atualizado em

Os cartões de crédito são os mais utilizados no país
A inadimplência no mês foi puxada por dívidas em cartões de crédito e financeiras(Rayes/VEJA)

A inadimplência do consumidor brasileiro subiu pelo quinto mês seguido, informou nesta sexta-feira a Serasa Experian, empresa especializada em análise de crédito. Em setembro, o índice de inadimplência avançou 1,6% em relação a agosto, na maior alta mensal em um mês de setembro desde 2000, quando foi criado o indicador.

Em relação a setembro de 2009, houve alta de 15,3% na inadimplência - o maior resultado anual desde março do ano passado, quando o país enfrentava a crise financeira mundial. De janeiro a setembro deste ano, o índice de inadimplência acumula alta de 1,8% em relação ao mesmo período de 2009.

Para os técnicos da Serasa Experian, "com as compras parceladas nas datas comemorativas e nos feriados prolongados, o consumidor ainda está enfrentando problemas na hora de pagar suas dívidas". No entanto, os economistas afirmam que "a inadimplência do consumidor continua ganhando força na mesma direção do endividamento, porém a evolução da renda e do emprego formal tem ajudado a evitar um crescimento acelerado do índice."

A expectativa da Serasa Experian é de que a inadimplência sofra pressões de alta em outubro, por conta do Dia das Crianças. Conforme dados divulgados pela empresa no último dia 13, o Dia das Crianças foi, até o momento, a melhor data para o comércio em 2010, com crescimento de 12,0% nas vendas.

Cartões - Pelo sétimo mês seguido, a inadimplência com cartões de crédito e financeiras subiu, puxando o resultado geral do indicador em setembro. Nesta categoria, a alta foi de 7,2%. As dívidas com bancos avançaram 0,2%, enquanto os protestos e os cheques sem fundos caíram 8,7% e 5,5%, respectivamente.

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor leva em conta variações registradas no número de cheques sem fundos, títulos protestados, dívidas vencidas com bancos, financeiras e cartões de crédito. A abrangência do indicador é nacional.

(com Agência Estado)

TAGs:
Inadimplência
Serasa