Mais Lidas

  1. Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

    Brasil

    Lula sempre ganhou mensalinho da OAS, diz empreiteiro

  2. Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

    Brasil

    Temer monta seu governo: “Quero entrar para a história”

  3. A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

    Brasil

    A miss-bumbum e o clima de fim da festa no Planalto

  4. PMDB lança programa de governo

    Brasil

    PMDB lança programa de governo

  5. Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

    Esporte

    Felipe Melo entra de sola e detona comentarista Neto

  6. Irmãs tramam pelo WhatsApp assalto ao próprio pai no interior de São Paulo

    Brasil

    Irmãs tramam pelo WhatsApp assalto ao próprio pai no interior de...

  7. Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

    Brasil

    Janot pede ao STF que proíba PF de negociar delações

  8. Mulher que arrancou bebê do ventre da mãe é condenada a 100 anos nos Estados Unidos

    Mundo

    Mulher que arrancou bebê do ventre da mãe é condenada a 100 anos...

Consumo de etanol no Brasil cai pela 1ª vez desde 2003

Em 2010, resultado foi 2,9% mais fraco que no ano anterior. Já o consumo de gasolina C, aquela acrescida de etanol anidro, subiu 17,5% no mesmo período

- Atualizado em

As usinas brasileiras poderão ter suas vendas ao Irã monitoradas pelo governo americano
Com preços externos em alta, usinas prefiriram produzir mais açúcar em 2010(AFP/VEJA)

O consumo total de etanol no Brasil caiu 2,9 % em 2010 ante o ano anterior. Foi a primeira queda anual desde 2003, apontou nesta terça-feira a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A razão, segundo o órgão regulador, foi a preferência dos consumidores pela gasolina - economicamente mais vantajosa no período. O consumo total de etanol no Brasil em 2010 ficou em 22,16 bilhões de litros, ante 22,82 bilhões em 2009. Já o consumo de gasolina C, aquela já acrescida de etanol anidro, subiu 17,5% em 2010, para 29,84 bilhões de litros.

Segundo a ANP, os elevados preços do açúcar no mercado internacional - os maiores em 30 anos - fizeram com que as usinas aumentassem sua produção, reduzindo o volume de cana destinado ao álcool e, consequentemente, provocando um aumento no valor do biocombustível no varejo. O consumo de etanol apenas compensa para o consumidor quando o seu valor é de, no máximo, 70% do preço da gasolina.

"A queda do álcool se deve à conjuntura internacional, com uma demanda maior por açúcar. Teve a Índia, com uma demanda maior pelo segundo ano consecutivo, por conta da seca. E há uma movimentação natural do mercado de mudar a produção de etanol para o açúcar", afirmou a jornalistas Allan Kardec, diretor da ANP.

Para o próximo ano, no entanto, ele acredita que o consumo de etanol vai se recuperar porque as perspectivas para a próxima safra de cana-de-açúcar do Brasil são satisfatórias.

A ANP informou que o consumo global de combustíveis no Brasil em 2010 apresentou um crescimento de 8,4% na comparação com o ano anterior, impulsionado pelo crescimento da economia. "Esse é um número extraordinário e surpreendente", afirmou Kardec. "Não esperávamos um número tão grande. Aguardávamos um número perto de 7%, mais colado com o PIB", acrescentou. O consumo de óleo diesel, por exemplo, cresceu 11,2% no ano passado, ante 2009. Para 2011, a ANP estima que o consumo de combustíveis cresça 7 por cento.

(com agência Reuters)

TAGs:
ANP
Etanol
Gasolina