Obama vê manipulação na escolha do Rio como sede olímpica

Presidente americano cita derrota de Chicago na eleição e diz que decisões do COI e da Fifa são "um pouco manipuladas"

O presidente americano Barack Obama declarou nesta segunda-feira que tanto as decisões do Comitê Olímpico Internacional (COI) quanto as da Fifa são “um pouco manipuladas”. A acusação de Obama se refere especificamente ao processo de seleção da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016, no qual Chicago – seu antigo reduto – estava em disputa e perdeu para o Rio de Janeiro.

“Uma delegação muito bem preparada havia viajado a Copenhague para fazer uma apresentação e (a primeira-dama) Michelle estava com eles.  Recebi uma ligação (…) dizendo que todos pensavam que se eu fosse ao local teríamos boas chances de ganhar e que poderia valer a pena ir e voltar no dia”, explicou Obama em entrevista à revista New York Magazine. 

“Então fui ao local, mas mais tarde entendemos que as decisões do COI são similares às da Fifa: um pouco manipuladas”, acrescentou, convencido de que, “segundo todos os critérios objetivos, a candidatura americana era a melhor”. A derrota de Chicago na eleição olímpica foi vista como um duro golpe para Barack Obama, menos de um ano depois de sua chegada à Casa Branca.

O Rio de Janeiro foi finalmente a cidade escolhida para acolher os Jogos de 2016 e, como fator agravante, Chicago foi a primeira das quatro cidades postuladas a ser eliminada. Os Estados Unidos, que não organizam Jogos Olímpicos desde os de Atlanta, em 1996, também perderam a eleição de 2012, com a candidatura de Nova York derrotada por Londres.

A cidade de Los Angeles, que organizou os Jogos em 1932 e em 1984, é candidata a ser a cidade anfitriã da edição de 2024. Até o momento, compete com Budapeste e Paris.

O presidente Lula, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, e Pelé celebram a eleição do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016, em Copenhague, na Dinamarca, na sexta-feira.

Copenhague, 2007: o então presidente Lula, o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, e Pelé celebram a eleição do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016 (veja.com/AP)

(com agência AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Marcio Bamberg

    Que maldade… afinal, a honestidade permeia pelas nossas bandas. 🙂

    Curtir

  2. Flavio Vaz Teixeira

    Mr. Obama, mais respeito, por favor! Nós somos de um país que temos um governo sério, que jamais se prestaria a fazer conchavos. Nunca iludiríamos o povo. Jamais praticaríamos qualquer ato ilícito. Nunca, sob hipótese alguma, manipularíamos qualquer número. Somos de um país que sequer sabe o significado da palavra corrupção! Ficamos indignadíssimos com suas insinuações !
    Ass: Papai Noel…
    Testemunhas: Saci Pererê/ Mula (eu disse MULA) Sem cabeça/ Presidente do Palmeiras Campeão do Mundo/Corintiano Sem Auxílio do Juiz

    Curtir

  3. Marcio Eustaquio

    Seu sem vergonha! Queria essa bobagem pra aliviar seu coro aí, né?

    Curtir

  4. Fábio Luís Inaimo

    Petralhada na marmelada…. magina que isso…absurdo!?

    Curtir

  5. José Carlos Lopes de Oliveira

    Pelé, Lulla Cachaça e o Guzman na mesma foto… O Brasil merece isso?

    Curtir

  6. Micky Oliver

    Por mim, Obama, que os EUA façam todas as palhaçadas esportivas do mundo, pois assim, não teremos de pagar a conta!

    Curtir

  7. Tenho que rir. Ele não ficava elogiando o Lula? E agora vem chorar? Faça-me o favor! !!!!!!

    Curtir