Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Motivada por tri no Pan, Maurren já sonha com ouro em Londres

A frustração do Mundial de Daegu não abalou a saltadora Maurren Maggi, que já havia demonstrado sua satisfação pela temporada de 2011 como um todo e já passa a vislumbrar a conquista de mais um ouro olímpico em Londres.

Isso porque, mesmo sem registrar marca na Coreia, se redimiu na disputa dos Jogos Pan-americanos de Guadalajara e ganhou a medalha de ouro, igualando o tricampeonato do triplista Adhemar Ferreira da Silva, seu maior ídolo no atletismo. Em entrevista ao site do São Paulo, equipe que defende desde fevereiro de 2010, Maurren já mostra ansiedade para 2012.

‘Foi minha primeira temporada completa após a cirurgia no joelho, e consegui voltar a figurar entre as dez melhores saltadoras do mundo. A primeira vez que consegui isso foi em 99, e na lista desse ano não há mais nenhuma remanescente daquela época. O mais legal é que consegui minha melhor marca do ano no final da temporada, o que me motiva a continuar treinando por mais alguns anos, com a expectativa de continuar obtendo resultados desse nível’, disse Maurren, antes de revelar as verdadeiras ambições.

Campeã sul-americana e tricampeã pan-americana, a atleta paulista tem a chance de ser bicampeã olímpica (já levou a medalha de ouro em 2008, na China), e não esconde o desejo: ‘Já dei algumas voltas por cima na minha carreira e na minha vida e acho que esse ano de 2011 não foi diferente. Vou escolher algumas competições para não ter risco de lesão e tentar entrar com qualidade, para chegar a Londres e fazer como fiz em Pequim e Guadalajara. Fazer meu melhor salto do ano, no momento que mais interessa’.