Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apresentadora é ‘apedrejada’ por defender restaurante sem criança

O comentário foi feito na noite desta terça-feira e pegou tão mal entre os seguidores de Raiza que ela o apagou na manhã desta quarta

Raiza Costa é apresentadora da Dulce Delight, webserie culinária do GShow, o portal de entretenimento da Globo, e do programa Rainha da Cocada, no GNT, mas acaba de se meter numa saia-justa como aquelas de outro programa da TV paga. Bastou ela dizer, em uma publicação no Facebook, que é a favor de um restaurante vetar o acesso de crianças — que, segundo ela, atrapalhariam a noite romântica de um casal que esteja justamente escapando dos filhos — para receber um pancadão de críticas. O comentário foi feito na noite desta terça-feira e pegou tão mal entre os seguidores de Raiza que ela o apagou na manhã desta quarta.

Veja também

“Gente, tanto rebuliço porque um restaurante no Brasil fez o que muitos restaurantes franceses fazem há séculos: proibiu entrada de crianças menores que 14 anos”, escreveu no Facebook, sem dar o nome do estabelecimento. “Pensa só nos pais que pagam uma babá pra finalmente saírem pra namorar tranquilões e, chegando lá, são obrigados a aturar o choro do filho alheio. Não acho que deveria ser regra mas não vejo nada demais alguns estabelecimentos proporcionarem momentos românticos sem incluir show de break dance esperneando no chão regado à berros de ‘eu quero batata frita!’.”

A posição de Raiza suscitou comentários agressivos. “Aturar o choro do filho alheio? E todos vocês que pensam desse jeito! Nasceram adultos por acaso? Preferem o cachorro?”, disse uma usuária, sem comentário salpicado de palavrões, retirados aqui. “Raiza, obviamente você não tem filhos, não vive no Brasil e não deve ter amigas com filhos aqui. Uma pena uma pessoa tão talentosa fazer um comentário assim infeliz”, escreveu outra, mais contida.

Restaurantes fechados para criança não são uma novidade. Há unidades assim em várias partes do mundo, como Estados Unidos e Austrália.

 

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Claudia Albarello

    Nunca fiz questão de frequentar restaurantes com espaço infantil com meus DOIS meninos mas sempre recebo elogios dos proprietários devido ao EXEMPLAR comportamento deles..Porém outro dia passava por uma praça da cidade quando meu filho foi atacado por um cão que estava solto na praça com a dona que ficou só olhando CLARO que eu espanquei o cão.Mas agora eu estou com uma dúvida , se criança não pode frequentar restaurante porque atrapalha casais, não pode ir na praça porque os cães estão lá..como que faz então?

    Curtir

  2. Adriana Baroni

    Acho que ela pode sim expressar o que pensa, qual o problema??? Se ela fosse a favor de crianças em restaurantes teria gente contra, nunca vamos agradar a todos.

    Curtir

  3. Euzir Baggio

    Sociedade imatura, realmente. Não se pode falar mais nada que o assunto é levado sentimentalmente e não racionalmente. Há espaço para todos e para todas as idades. Um belo restaurante, charmoso, à meia luz, um champanhe, vinho devidamente escolhido, cardápio requintado, poucos lugares, não combina com criança barulhenta, birrenta. É um direito e deve ser educadamente aceito.

    Curtir