Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer: “Brasil tem pressa, quem perdeu emprego não pode esperar”

Presidente pediu ajuda de empresários e disse que o momento requer a colaboração de vários setores da sociedade

O presidente Michel Temer falou sobre a urgência de crescimento econômico para uma plateia de empresários durante a abertura do Fórum da revista EXAME, da Editora Abril, que edita VEJA, nesta sexta-feira, em São Paulo. No mesmo dia em que o IBGE divulgou número recorde de desempregados no Brasil — 12 milhões — Temer admitiu a necessidade inadiável de medidas para retomar a economia do país. “O momento atual é grave e precisamos compreender isso com objetividade”, disse ele. “O Brasil tem pressa. Quem perdeu emprego não pode esperar. Famílias endividadas não podem esperar”, avaliou.

LEIA MAIS:
Desemprego sobe e país tem 12 milhões de desocupados

Para tanto o presidente pediu ajuda da iniciativa privada e disse que o momento requer a colaboração de vários setores da sociedade. “A criação de emprego não é um ato isolado de vontades, é a conjugação de várias vontades de empreendedores”. A recuperação, disse, virá a partir da colaboração de trabalhadores e empregadores. “O rumo para a reconstrução do nosso país já foi aberto. Juntos, vamos construir um Brasil mais moderno, mais próspero e mais justo.”

Temer falou também sobre a necessidade de reformas indispensáveis, mesmo aquelas que possam parecer impopulares num primeiro momento. “Se eu ficar impopular, mas o Brasil crescer, eu me dou por satisfeito.”

Sobre a reforma trabalhista, disse que pode ser postergada caso decisões da Justiça favoreçam a flexibilização das relações de trabalho. “Nesses últimos dias, eu tenho verificado decisões do Tribunal Superior do Trabalho e do Supremo Tribunal Federal no sentido de privilegiar o que foi acordado”, avaliou. “Vamos deixar a reforma para um pouco mais adiante. De repente, não é preciso nem mobilizar o país, já que a o STF tem decidido muitas questões pela interpretação sistêmica da lei”, disse Temer.

Em relação à reforma da previdência, voltou a afirmar que ela não retirará direitos adquiridos, e que está discutindo-a também com sindicatos. “Se eles não aceitarem, pelo menos estamos pavimentando o terreno”, disse.

Críticas

Ao falar da situação fiscal do país, Temer não poupou críticas. Para ele, a crise econômica é resultado do desequilíbrio fiscal do governo Dilma — cujo nome não citou nenhuma vez — que aumentou gastos em ritmo maior que as receitas. “É como se estivessem vendo o precipício e colocassem os dois pés no acelerador”, comparou. Para Temer, foi a crise fiscal que gerou uma crise de confiança, que derrubou o consumo e a atividade.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. João carlos

    Concordo com vc temer mas a luz do fim do túnel ficará apagada por mais de 5anos,nós que trabalhávamos para a petrobrás.

    Curtir

  2. O petê tem medo que Temer consiga tirar o país da crise, é a turma do quanto pior melhor!

    Curtir

  3. Elias Estevam

    Se não tivesse ocorrido a trapaças do senhor Temer para tomar o poder. Já neste ano estaríamos retomando os empregos. Mas a trama para quanto pior melhor estamos colhendo agora os frutos desta sandice. Parabéns aos coxinhas. Onde estão as panelas?

    Curtir

  4. Fábio Luís Inaimo

    A PêTêzada ainda não se deu conta que os responsáveis pela crise e o desemprego são exatamente eles, o PT, enquanto a Anta sapiens estivesse no poder, sem chances de retomada, se liga mané!

    Curtir

  5. Elias Estevam

    Interessante perceber agora que Temer era um poste sem iluminação. Inocente com salário, casa, comida e roupa lavada. Tudo acontecendo em seu entorno e não participava de nada. Só os coxinhas para acreditar nisso. Santa ilusão. Gastar meu tempo com essa turma é o mesmo que ensinar cavalo voar.

    Curtir

  6. Fábio Luís Inaimo

    E para fazer petralhas “acéfalos” a entender o quão nefasto foi o período lulopetista, o quão irresponsável foi o governo Dilma e o quão criminoso é seu guru Lula!? Só no dia em que as baleias façam acrobacia aérea! Depois outra foram vcs PêTêzada que elegeram o Temer, Foram vcs Petralhas que se aliaram ao PMDB para corromper a democracia! Se Liga Mané!!

    Curtir