Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Soja atinge máxima de mais de 3 anos na bolsa de Chicago

CHICAGO, 24 Abr (Reuters) – Os futuros da soja fecharam a sessão deste terça-feira em alta de 1,9 por cento na bolsa de Chicago (CBOT), atingindo máxima de três anos e meio, com a contínua demanda por exportação da oleaginosa dos EUA e maiores perdas nas safras da América do Sul, disseram traders.

A consultoria alemã rebaixou nesta terça-feira novamente a safra argentina da oleaginosa, para 42,5 milhões de toneladas.

O analista privado Michael Cordonnier também reduziu a sua projeção de safra da Argentina para 41,5 milhões de toneladas. Os argentinos, assim como os brasileiros, sofreram os efeitos de uma severa seca nesta temporada.

O contrato maio encerrou a sessão cotado a 14,64 dólares por bushel, subindo 26,75 centavos.

Enquanto isso, os futuros do milho encerraram a sessão em baixa, e meio a notícias de que Taiwan comprou 60 mil toneladas de milho do Brasil.

O mercado ignorou uma grande venda de milho dos EUA a destino desconhecido e focou um clima frio ao final do próximo fim de semana, que pode afeta parte da safra.

O contrato maio perdeu 5 centavos, fechando a 6,1750 dólares por bushel.

O trigo também recuou na CBOT, com realização de lucros depois de os preços terem subido ao maior nível desde 13 de abril mais cedo na sessão. O contrato fechou a 6,23 dólares por bushel, recuando 2 centavos.

(Reportagem de Julie Ingwersen, Mark Weinraub e Sam Nelson)

REUTERS PM RS