Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Martinho vê alta de 13% na moagem de cana em 12/13

SÃO PAULO, 27 Jun (Reuters) – A São Martinho prevê um crescimento da sua moagem de cana na temporada 2012/13 para 12 milhões de toneladas, alta de 13 por cento ante as 10,6 milhões de toneladas em 2011/12, informou a empresa nesta quarta-feira.

Em teleconferência para comentar os resultados da safra anterior, a empresa estimou a produção de açúcar em 2012/13 em 900 mil toneladas, ante 774 mil toneladas no ciclo anterior.

A produção de etanol da São Martinho também crescerá, atingindo 470 milhões de litros, ante 377 milhões de litros na temporada passada.

A safra 12/13 apresentará crescimento como resultado da maior produtividade do canavial e da consolidação da moagem da Santa Cruz.

A São Martinho adquiriu 32 por cento da Usina Santa Cruz em novembro de 2011, no município paulista Américo Brasiliense, com capacidade de processamento de 4 milhões de toneladas. Esta usina também está a cerca de 45 km de distância da maior usina da São Martinho, em Pradópolis (SP).

O diretor de Relações com Investidores da São Martinho, João Carvalho do Val, disse que a expectativa é positiva e as metas apresentadas são realistas, por levarem em conta o desenvolvimento dos canaviais e a capacidade de moagem da companhia.

“Esta será uma safra de consolidação, fizemos investimentos fortes na safra passada em caldeiras, turbogeradores, turbinas, canavial… compramos uma parte da Santa Cruz e estamos aumentando a capacidade da (usina) Boa Vista”, disse Carvalho do Val.

“Não vejo porque duvidar que esta será uma boa safra em termos agrícolas e econômicos”, acrescentou.

O executivo falou em teleconferência para comentar os resultados da última temporada. Na segunda-feira, a São Martinho informou uma queda de 11 por cento em seu lucro líquido no período, para 126,6 milhões de reais.

O gerente financeiro e de RI, Felipe Vicchiato, observou que a empresa teve um começo de safra mais lento, por conta das chuvas que afetaram a moagem.

“O primeiro trimestre ainda será fraco pelo volume de chuvas. A São Martinho perdeu dias de moagem, mas consegue recuperar”, disse Vicchiato, lembrando que a indústria tem 80 por cento de mecanização e capacidade instalada de 14,5 milhões de toneladas.

CONSOLIDAÇÃO

Na mesma ocasião em que adquiriu 32,18 por cento da Usina Santa Cruz, a São Martinho também comprou 17,97 por cento da Agropecuária Boa Vista.

O diretor de RI da companhia afirmou que a empresa tem como preferência a compra do controle total da Santa Cruz, que atualmente é da Luiz Ometto Participações, que detém fatia de 55,31 por cento.

A São Martinho também está implantando uma unidade termelétrica, que deve operar na safra 2013/14.

O executivo observou ainda que a capitalização da Nova Fronteira, dona da usina Boa Vista, em Goiás, foi concluída pela Petrobras Biocombustíveis, que agora detém 49 por cento dos ativos da São Martinho no Estado.

Petrobras e São Martinho fizeram joint venture para investir e elevar a capacidade de moagem da usina Nova Fronteira, para até 8 milhões de toneladas, prevista para ser implantada em 2014/15.

(Por Fabíola Gomes)