Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Republicanos reprovam plano de emprego de Obama no Senado

Com desemprego a 9,1%, presidente pretende apresentar pontos individuais no Legislativo

Plano previa cortes de impostos para pequenas empresas, e incentivos à construção civil com reformas no sistema de transporte e em escolas

O presidente americano Barack Obama não conseguiu aprovar seu plano para promover o emprego no país, cujo orçamento previsto era de 447 bilhões. De acordo com o diário Wall Street Journal, 48 senadores barraram o projeto no Senado. O presidente estava em viagem para tentar promover a aprovação da medida.

Na noite desta terça-feira, 46 republicanos e dois democratas votaram contra a proposta e 50 votaram a favor – o que, apesar de não ser o resultado final, impossibilitou a obtenção do mínimo de 60 votos para aprovar a medida. O presidente Obama deverá culpar os republicanos pela reprovação da proposta. Ele deve agora retrabalhar a proposta com o líder do Senado, o democrata Harry Reid, para fazer uma nova tentativa de aprovar pelo menos parte da proposta.

O desemprego nos Estados Unidos atinge atualmente 9,1% da população. O plano previa cortes de impostos para pequenas empresas, e incentivos à construção civil com reformas no sistema de transporte e em escolas, suporte aos estados para evitar a demissão de funcionários públicos, entre outros pontos.

(com Agence France-Presse)