Senado pode acelerar tramitação da reforma trabalhista

Texto deveria passar por duas comissões - CAS e CCJ - antes de ir para o plenário

Para agilizar a discussão da reforma trabalhista, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), admite que o texto pode ir para o plenário depois de ser votado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). O esperado era que o texto passasse pela CAS e Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) antes de ir ao plenário.

Sobre a necessidade de a proposta ser avaliada pela CCJ, Eunício avaliou que poderia ser designado um relator diretamente no plenário do Senado, durante a votação final da matéria.

A reforma já teve o mérito aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) nesa terça-feira. “Não podemos ter esse açodamento”, disse, sobre a possibilidade de apresentação de um requerimento de urgência, que poderia levar a proposta diretamente ao plenário, sem passar pelas comissões restantes.

“Espero que (seja analisada) pelo menos nas duas comissões de mérito”, afirmou. “Um requerimento a essa altura, antes de discutirmos na próxima comissão de mérito, eu terei dificuldades de pautar.”

 

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A boa notícia é que vai acabar com as indústrias das indenizações
    Advogados não mais ganharão na moleza.

    Curtir