Receitas do Twitter estagnam e têm pior avanço desde 2013

Trata-se do oitavo trimestre consecutivo no qual crescimento dos ingressos se desacelera

O Twitter anunciou nesta terça-feira o menor avanço de suas receitas desde sua estreia na Bolsa de Valores em 2013, perspectivas decepcionantes e um débil crescimento no número de usuários, o que precipitou a queda das ações na negociação estendida após o fechamento de Wall Street.

A empresa com sede em São Francisco publicou hoje ingressos de 602 milhões de dólares no segundo trimestre deste ano, um aumento anualizado de 20%. Trata-se do oitavo trimestre consecutivo no qual o crescimento dos ingressos se desacelera. O consenso dos analistas esperava receitas de 606,8 milhões de dólares no período.

A empresa disse esperar ingressos de entre 590 milhões de dólares e 610 milhões de dólares no terceiro trimestre do ano, abaixo das expectativas do mercado de 687 milhões de dólares. Sua base de usuários, enquanto isso, aumentou 1%, até 313 milhões de usuários ativos no trimestre que finalizou em junho.

Leia também:
Caixa reformula linha de crédito para estimular setor imobiliário
Santander Brasil tem lucro gerencial de R$ 1,8 bi no 2º trimestre

As perdas da rede social se contraíram durante este período até 107,2 milhões de dólares, equivalentes a 15 centavos por ação, frente aos 136,7 milhões de dólares do mesmo trimestre do ano anterior. Os dados penalizaram o valor das ações que chegaram a registrar uma queda de até 11% no período de negociação estendida após o fechamento de Wall Street, até 16,40 dólares.

(Com agência EFE)