Produção industrial cai em 10 dos 14 locais pesquisados pelo IBGE em setembro

Bahia e Rio de Janeiro tiveram as maiores quedas, e o Pará, a alta mais acentuada; na média, o recuo no país foi de 1,3%

Em setembro, a produção industrial recuou em dez dos quatorze locais pesquisados no país pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os recuos mais intensos foram registrados por Bahia (-7,6%) e Rio de Janeiro (-6,6%), que mostrou a redução mais acentuada desde janeiro de 2012 (-12,7%). Na média, o recuo no país foi de 1,3%.

No maior parque industrial nacional, São Paulo, a redução foi de 0,2%. Os demais resultados negativos foram verificados na Região Nordeste (-3,3%), Ceará (-2,7%), Minas Gerais (-2,3%), Rio Grande do Sul (-1,0%), Santa Catarina (-0,7%), Goiás (-0,6%) e Pernambuco (-0,4%).

Na direção oposta, Pará (12,6%), Paraná (5,1%), Espírito Santo (1,3%) e Amazonas (0,1%) avançaram. Os dados foram divulgados pelo IBGE na manhã desta terça-feira.

Leia também:

Receita libera consulta ao sexto lote de restituição do Imposto de Renda

(Com Estadão Conteúdo)