Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Previdência tem déficit de R$ 2,581 bilhões em julho

Apesar da alta de 1,8% em relação ao ano passado, resultado é o segundo melhor da série histórica, segundo o Ministério da Previdência Social

A arrecadação da Previdência Social no mês de julho, de 22,284 bilhões, é a maior desde março, quando ficou em 22,2 bilhões de reais (valor já corrigido pelo INPC), informou nesta terça-feira o Ministério da Previdência. De acordo com a pasta, este também foi o segundo melhor resultado da série histórica, excluindo-se os meses de dezembro, que sofrem impacto do pagamento do 13º salário. Na comparação com julho de 2011, o aumento da arrecadação no mês passado foi de 7,1%. Já em relação a junho a expansão foi de 2,6%.

A renúncia da Previdência Social com os setores de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Móveis, Confecções e Artefatos em Couro foi de 169,3 milhões de reais em julho. O primeiro grupo de empresas contou com desonerações previdenciárias da ordem de 88,1 milhões de reais e o segundo, de 81,2 milhões de reais. No acumulado do ano até o mês passado esses setores já obtiveram isenção de 1,2 bilhão de reais.

Leia também:

Previdência privada cresce 32% no 1º semestre

Fundos de previdência captam R$ 1,8 bilhão em julho

Dilma sanciona nova lei para previdência de servidores públicos

O benefício é fruto da desoneração da folha de pagamentos que está dentro do Programa Brasil Maior. No mês passado, o secretário de Políticas de Previdência Social, Leonardo Rolim, disse que a pasta espera um crédito suplementar para compensar essa desoneração, além da recompensa já acertada de 1,7 bilhão de reais para este ano.

A Previdência vai pleitear um valor maior para 2012, de 3,4 bilhões de reais, em razão dos novos setores que participarão do programa a partir do próximo mês. Pela lei, já era para a Previdência ter recebido as compensações. Neste primeiro ano, haverá um crédito adicional e, a partir de 2013, o montante passará a entrar no orçamento.

A Previdência Social registrou um déficit de 2,581 bilhões de reais em julho, divulgou nesta terça-feira o Ministério da Previdência. O valor é resultado de uma arrecadação líquida de 22,284 bilhões de reais e de uma despesa com pagamentos de benefícios de 24,864 bilhões de reais. Em julho do ano passado, o resultado previdenciário havia sido negativo em 2,196 bilhões de reais – montante corrigido pelo INPC.

Dessa forma, o crescimento do déficit nas comparações entre os meses de julho foi de 17,5%. No acumulado do ano até julho, o déficit da Previdência já soma 23,450 bilhões de reais. O rombo é 1,8% maior do que o verificado em igual período de 2011, de 23,035 bilhões de reais. De janeiro a julho deste ano, a Previdência arrecadou 149,934 bilhões de reais e teve despesas com benefícios no total de 173,384 bilhões de reais. Os valores acumulados também são corrigidos pelo INPC.

(Com Agência Estado)