Petróleo recua com menor otimismo sobre Europa

Por Renan Carreira

Nova York – Os contratos futuros de petróleo fecharam hoje em baixa de 3,84% na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) em meio à redução do otimismo em relação aos avanços dos líderes europeus para resolver a crise da dívida na zona do euro. O petróleo para entrega em novembro fechou em baixa de US$ 3,24, a US$ 81,21 o barril na Nymex. Na plataforma eletrônica ICE, o contrato do Brent para novembro caiu US$ 3,33 (3,11%), encerrando a quarta-feira a US$ 103,81 por barril.

Os preços dos contratos futuros de petróleo acabaram prejudicados por uma diminuição das esperanças em relação a uma solução para a crise de crédito na Europa. Surgiram notícias de que a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, enfrenta uma dura batalha para garantir os votos necessários para a aprovação da expansão da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês). O Parlamento alemão vota amanhã a medida.

Por outro lado, a expectativa de que uma resolução sobre a EFSF poderia ser alcançada fez com que ontem os preços dos contratos futuros de petróleo subissem 5,2%. “Agora é praticamente tudo sobre a Europa. Os mercados estão atentos a cada palavra que sai da boca de Angela Merkel”, disse Matt Zeman, estrategista de mercado da Kingsview Financial.

Além disso, investidores esperançosos por um preço mais alto para os contratos futuros não tiveram boas notícias do relatório semanal de estoque de petróleo da Departamento de Energia dos Estados Unidos (DOE). Os dados semanais mostraram um aumento maior do que o esperado nos estoques do produto. As informações são da Dow Jones.