Pedidos de falência caem 5,5% em 2014, diz Serasa

Solicitações somaram 1.661 no ano passado, o menor resultado desde 2005, quando entrou em vigor a nova Lei de Falências

Os pedidos de falência diminuíram 5,5% em 2014, segundo dados do Serasa Experian. No ano passado, foram feitos 1.661 solicitações no país, ante 1.758 do ano anterior. O resultado é o menor desde 2005, quando entrou em vigor a nova Lei de Falências.

Segundo a instituição, dos pedidos feitos em 2014, 844 foram efetuados por micro e pequenas empresas, o que representa uma retração de 16,8% ante 2013. As médias empresas apresentaram 415 requerimentos do tipo, número 4,2% inferior ao ano anterior. Já a quantidade de pedidos de falência feitos por grandes empresas cresceu 29,3% no ano, para 402.

Mesmo em um cenário econômico adverso, a diminuição dos pedidos de falência, especialmente entre as micro e pequenas empresas, sinaliza que os credores optaram por meios mais baratos e eficientes de cobrança, na avaliação de economistas da Serasa Experian. No entanto, explicam, a conjuntura macroeconômica, com juros altos, elevação do dólar e estagnação da atividade, explicam a expansão significativa dos pedidos de falência entre as grandes companhias.

Leia mais:

Serasa aponta que há 57 milhões de inadimplentes no Brasil

Devolução de cheque sem fundo atinge nível recorde

Boa Vista – Já de acordo com a a Boa Vista SCPC (Serviços Central de Proteção ao Crédito), que adota outra metodologia, os pedidos de falência apresentaram queda de 1,3% em 2014. Segundo esta análise, as falências decretadas recuaram 0,2% na comparação com 2013. A instituição destaca que mesmo com o ambiente econômico mais difícil para as empresas, os pedidos e os decretos de falências encerraram o ano em patamares menores aos observados em 2013.

“Entretanto, a persistência de um cenário de baixo crescimento econômico, o aumento das taxas de juros e a manutenção de restrições ao crédito devem piorar a solvência das empresas em 2015”, diz a nota.

Leia também:

Pedidos de falência no Brasil aumentam em agosto

Inadimplência do consumidor cresce 20% em setembro, aponta Serasa

Recuperação Judicial – De acordo com a Serasa, em 2014, foram realizados 828 pedidos de recuperação judicial, queda de 5,3% em relação a 2013. Neste âmbito, as micro e pequenas empresas aparecem no topo da lista, com 451 solicitações, seguidas pelas empresas de médio porte, com 240 pedidos, e pelas grandes companhias, com 137 requerimentos.

Já o indicador de recuperação judicial da Boa Vista SCPC registrou acréscimo de 7,8% no ano passado e as recuperações judiciais deferidas apresentaram alta de 1,2%.

(Com Estadão Conteúdo)