Oposição tenta impedir votação sobre contas inativas do FGTS

Caso a MP não seja votada, trabalhadores nascidos entre setembro e dezembro podem ficar sem receber o montante das contas inativas do FGTS

Partidos de oposição ao governo de Michel Temer (PMDB) tentam obstruir nesta terça-feira a votação da Medida Provisória 763/13 na Câmara dos Deputados, que permite o saque de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

Caso não seja votada, trabalhadores nascidos entre setembro e dezembro podem ficar sem receber o montante das contas inativas, já que há a possibilidade de a MP caducar e perder seu efeito antes que os nascidos no final do ano tenham sacado o dinheiro.

O presidente Temer liberou esses recursos no dia 23 de dezembro do ano passado. O problema é que, como MP, ela tem um prazo de 60 dias para até ser aprovada pelo Congresso, passando pela Câmara e depois pelo Senado. Como foi aprovada em recesso parlamentar, passou a valer a partir do dia 2 de fevereiro e, portanto, é válida até o dia 1º de junho.

O bloqueio a votação atinge as pessoas nascidas entre os meses de setembro e dezembro pois o calendário de pagamentos prevê que tais ordenados sejam realizados entre os dias 16 de julho e 14 de julho -depois da validade da MP.

Bloqueio

Os deputados que tentam bloquear a votação no Congresso fazem parte do PT, PDT, PCdoB, Psol, Rede e PMB. Segundo eles, o motivo do protesto é que o governo e seus aliados articulam uma eleição indireta caso Temer seja deposto.

“Mais difícil é explicar ao trabalhador que este Congresso, depois de eleger Eduardo Cunha e colocar Michel Temer na Presidência [da República], não vai permitir ao trabalhador exercer o direito de eleger diretamente um novo presidente, deixando que esse novo presidente seja escolhido por um acordão”, afirmou o deputado Henrique Fontana (PT-RS).

Já Glauber Braga (Psol-RJ) afirmou que o Congresso não funciona em sua normalidade e, por isso, não deveria tocar pautas de interesse geral. “Não trataremos com normalidade aquilo que não é normal”, disse Braga.

(Com Agência Câmara)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Será que quem vota em PT, PCdoB e outros partidos do mesmo naipe não percebem que o objetivo dessa turma é ser contra, não importa se isso vai atrasar nosso país, não importa se o trabalhador irá deixar de receber o que lhe é devido? Acorda, Brasil.

    Curtir

  2. Isso é o que eu chamo oposição burra.

    Curtir

  3. Priscila Camargo Silva

    Uma salva de palmas para estes partidos! Acham que prejudicando o povo brasileiro vão conseguir nos forçar a realizar as coisas que arquitetam e desejam. Acho digno pegar o nome destes partidos e colocar na LISTA NÃO VOTE! Gostaria muito de votar no recebimento de salário de vocês, estão ai para lutar pelo direito do povo brasileiro e só sabem ferrar a nossa vida.

    Curtir

  4. Silvia Valle

    TOTALMENTE errado. Direitos são para todos, não podem beneficiar somente alguns …..

    Curtir

  5. Fernando Pacheco

    Está claro que esses partidos dessa oposição cega e obtusa só vê seu interesse próprio de quanto pior melhor. Foram eles que causaram toda essa desgraça em que estamos e pousam de vítimas como se não tivessem nada a ver com a história. Eles querem impedir que as coisas funcionam na base da baderna e da coação.

    Curtir