Mercado de software cresceu 12% no Brasil em 2011

Por Guilherme Amorim

São Paulo – O mercado de software no Brasil movimentou US$ 21,4 bilhões em 2011, um aumento de 12,4% em relação ao ano de 2010, quando comercializou US$ 19,04 bilhões. É o que aponta um estudo, em fase final de elaboração, realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) em parceria com a International Data Corporation (IDC) Brasil.

De acordo com o IDC Brasil, esse crescimento foi acima da média mundial, levando o País a passar da 11ª para a 10ª posição no ranking internacional de mercados de software e serviços. A ABES projeta que até o fim desta década o mercado brasileiro de software pode tornar-se um dos 5 maiores do mundo.

No entanto, a ABES ressalta que a balança comercial do setor está cada vez mais negativa. Para a entidade, políticas setoriais estão consolidando um modelo baseado em serviços sob encomenda, e que privilegia o software importado. Segundo Gérson Schmitt, presidente da ABES, o setor continua frágil no Brasil, formado em grande parte por micro e pequenas empresas, o que incentiva o crescimento da presença de capital internacional nas poucas grandes empresas.

Dados preliminares também indicam que o setor de Tecnologia de Informação em geral está crescendo. O estudo mostra que o mercado brasileiro de TI e Comunicações deve ultrapassar US$ 190 bilhões de dólares em 2011, contra US$ 165 bilhões em 2010.