Mães poderão sacar FGTS no nascimento do filhos, prevê projeto

Segundo o autor do texto, as mães poderão sacar o dinheiro vinculado ao FGTS em até seis parcelas mensais, no valor de um salário-mínimo

Um projeto de lei que tramita pelo Senado prevê que mães que trabalham poderão sacar os recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). A medida, aprovada pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) da casa, deverá agora seguir para a Câmara, se não houver recursos.

Segundo o autor do texto, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), as mães poderão sacar o dinheiro vinculado ao FGTS em até seis parcelas mensais, no valor de um salário-mínimo, durante o primeiro ano de vida da criança. A proposta vale apenas para as mulheres que dependam apenas de si para o sustento dos filhos.

“De nada adianta a reserva em dinheiro se não puder ser utilizada nos momentos fundamentais da vida de uma pessoa. É preciso maximizar os benefícios desses créditos”,afirmou Alves.

A legislação permite o saque do FGTS em 18 hipóteses, como demissão sem justa causa, aposentadoria ou idade superior a 70 anos, entre outras. O montante também é bastante utilizado para financiar imóveis.

(Com Agência Senado)