Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Heineken faz oferta para comprar a Itaipava, diz jornal holandês

Depois de perder a Schincariol para a japonesa Kirin, multinacional holandesa estaria mirando agora o Grupo Petrópolis

A holandesa Heineken – terceira maior cervejaria global e dona no país das marcas Kaiser, Bavaria, Sol, etc – fez uma oferta pelo grupo brasileiro Petrópolis, que fabrica as cervejas Itaipava, Petra e Crystal. As informações são do jornal holandês Het Financieele Dagblad e da edição deste final de semana do Valor Econômico. Não foram fornecidos detalhes financeiros nem o preço do negócio. Tampouco se sabe se a companhia nacional aceitou o lance.

A companhia não quis comentar a notícia, alegando que não se pronuncia sobre rumores de mercado. A Heineken anunciou, em 15 de dezembro, queda de lucro de 1,2% em 2011, para 1,43 bilhão de euros. O resultado, no entanto, agradou ao mercado, pois veio acima das expectativas, com um surpreendente aumento das receitas. Em comentário divulgado junto com seu balanço anual, a multinacional afirmou que espera crescer nos mercados emergentes, como o Brasil – algo que tem se comprovado apesar da forte concorrência.

O Grupo Petrópolis detém hoje 10% do mercado cervejeiro doméstico, enquanto a multinacional responde por 9%. Se a aquisição for concretizada, o ‘share’ combinado das duas saltaria, portanto, para algo em torno de 20%. A Heineken, então, se consolidaria como a principal concorrente da Ambev, que tem 69% do mercado.

A oferta pela empresa brasileira insere-se num momento movimentado do setor no país. Em novembro do ano passado, a japonesa Kirin anunciou a aquisição de 100% do Grupo Schincariol, que detém as marcas Nova Schin, Devassa, entre outras. A própria Heineken estava no páreo para levar a empresa, mas sua oferta foi superada pela dos japoneses.