Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo libera R$ 1,328 bilhão para gastos em 2012

Por Eduardo Cucolo

Brasília – O aumento na previsão de receitas com concessões e dividendos levou o governo federal a anunciar a liberação de R$ 1,328 bilhão para gastos, de acordo com a revisão bimestral do Orçamento de 2012, divulgada nesta sexta-feira pelo Ministério do Planejamento.

A previsão de receitas administradas pela Receita Federal ficou R$ 9,987 bilhões menor em razão da frustração na arrecadação de tributos, principalmente da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

As receitas não administradas, no entanto, vão crescer R$ 13,423 bilhões em relação à previsão anterior, feita há dois meses. A maior parte desse dinheiro virá de concessões, cuja previsão de receita cresceu R$ 3,815 bilhões, e dividendos (+3,675 bilhões).

A queda na receita administrada reduziu também a expectativa de repasses para Estados e municípios, em R$ 1,492 bilhão. Com isso, a receita líquida ficará R$ 4,923 bilhões acima do esperado anteriormente.

A liberação de dinheiro não será maior porque aumentaram as estimativas de gastos obrigatórios (em R$ 2,568 bilhões), além de despesas com créditos adicionais do Poder Judiciário e do Ministério Público, com recursos de doações e convênios e com créditos extraordinários.