Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

G8 se reúne nos EUA para discutir crise do euro

Presidente americano, Barack Obama, vai reforçar seu pedido de reforço ao estímulo econômico da Europa

Líderes das oito principais economias (G8) se reúnem no fim de semana nos Estados Unidos para discutir a crise europeia, em meio a temores de que a Grécia deixe o euro e ameace o próprio destino da moeda única.

O presidente americano, Barack Obama, vai reforçar seu pedido de reforço ao estímulo econômico. Obama teme que uma tensão ainda maior vinda da Europa possa prejudicar a recuperação da economia americana e impactar nas chances de sua reeleição em novembro.

Outros participantes da cúpula (especialmente o britânico David Cameron, o canadense Stephen Harper e o italiano Mario Monti) também vêm cobrando mais medidas de estímulo econômico para ajudar a Europa a retomar o crescimento. Porém, a chanceler alemã Angela Merkel insiste na prioridade das medidas de austeridade fiscal para reduzir dívidas públicas. A Grécia é o país que mais tem sofrido com tais políticas e já aumentam os rumores de que ela deixará a zona do euro. O setor bancário espanhol também esta sob pressão.

Relacionamento – Obama também conversará pela primeira vez com o novo presidente da França, François Hollande, no Camp David — casa de campo da presidência que fica a duas horas de Washington e que será o local da cúpula. O presidente americano quer pedir para Hollande não retirar as tropas francesas do Afeganistão no fim do ano, como ele havia anunciado logo depois de empossado. Hollande também tem sido um dos principais defensores do estímulo econômico.

(Com agência Reuters)