Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fundo americano acerta investimento de R$ 1,75 bi em rede de hospitais do Brasil

Com a transação, fundo Carlyle passa a deter 8,3% da rede D`Or; negócio representa o retorno do grupo na aquisição de grandes companhias do país

O fundo de investimento americano Carlyle acertou nesta segunda-feira a compra de uma parte da rede de hospitais D`Or, segundo reportagem do jornal Estado de S. Paulo publicada nesta terça-feira. O aporte será de 1,75 bilhão de reais e o fundo ficará, inicialmente, com 8,3% do capital da rede.

A transação financeira representa a volta do Carlyle na aquisição de grandes companhias, como a Tok&Stok adquirida em 2013. Além da varejista de móveis e decoração, o fundo também detém grande parte do capital dos planos de saúde Qualicorp, da varejista de brinquedos Rihappy e da agência de turismo CVC.

O co-presidente do Carlyle na América Latina, Juan Carlos Félix, explicou que fechou o negócio porque vê no setor de saúde um mercado promissor. Apesar de ser a maior rede de hospitals brasileira, com 27 unidades, a D`Or só domina 3% do mercado. “O Brasil tem hoje um deficit de 13.000 leitos de hospitais. Existe uma demanda reprimida a ser atendida”, afimou o executivo. Segundo ele, o problema do país não é a falta de hospitais, mas de eficiência. Um levantamento feito pelo fundo mostra que o Brasil tem mais hospitais que os Estados Unidos – 7.900 e 2.000, respectivamente. A diferença, contudo, é que aqui a média é de 64 leitos por hospital, enquanto que nos Estados Unidos é de 161.

A entrada da Carlyle na rede de hospitais só foi possível por causa de uma lei, sancionada pela presidente Dilma Rousseff no início deste ano, que permite a aplicação de capital estrangeiro em empresas da área da saúde.

Leia também:

BTG negocia venda de fatia na Rede d’Or de hospitais

Fundos buscam oportunidades em empresas em crise